sexta-feira, 10 de julho de 2015

Lavanda! Cultivo, cuidados e propriedades.



Ah! Como não se apaixonar por essa planta linda, perfumada e cheia de propriedades benéficas? Eu amo lavanda! Tanto que decidi fazer um post todinho sobre ela!
Enquanto pesquiso e escrevo, aprendo e me encanto mais e mais... Espero que vocês gostem!
A lavanda é originária do Mediterrâneo. É o perfume do sul da França, que é o seu principal produtor, mais especificamente, a região da Provence, onde é conhecida como "ouro azul". Mas, Inglaterra e Itália também a cultivam.
A lavanda também é conhecida no Brasil como alfazema. Existem, basicamente, quatro variedades principais, a lavanda francesa, de onde é extraído o óleo de melhor qualidade e também o mais caro, a inglesa, a espanhola e a lavanda dentada, a mais comum por aqui.
O óleo essencial de lavanda, extraído através da destilação das flores, é historicamente utilizado na indústria da perfumaria, cosmética e farmacêutica, já que conta com uma longa lista de benefícios para a saúde e bem estar. Foi uma das primeiras flores destiladas por Olivier Baussan, fundador da L'OCCITANE.
As flores, sem o pólen, vem sendo utilizadas na culinária para aromatizar bolos, biscoitos e bebidas.
Para se obter os benefícios, o ideal é consumir o chá ou usar o óleo puro. As essências, geralmente, são misturadas com outras substâncias sintéticas.


É só passar as mãos pelas folhas e já sentimos o perfume!

Óleo essencial
Para se produzir 1 Kg de óleo essencial, são necessários 200 Kg de flores
É um excelente anti-inflamatório, muito usado em queimaduras e infecções. É um dos poucos óleos que podem ser usados puros sobre a pele.
Na aromaterapia é utilizado como relaxante. Ajuda a combater insônia, alivia o estresse e acalma os nervos. Experimente pingar algumas gotas de óleo no travesseiro para uma noite tranquila de sono.
Também é utilizado para aliviar dores no corpo, pois reduz a tensão muscular.
Ajuda a facilitar a respiração, sendo utilizado durante gripes e resfriados.
Em cosméticos, controla a produção de gordura da pele, elimina impurezas, atua como antisséptico e reduz a acne.
Também é um excelente repelente de insetos. Suas flores e galhos secos podem ser espalhados dentro dos armários para afastar traças.


A cor e a delicadeza das flores me encantam!

Chá
Podemos usufruir da lavanda também através da ingestão do chá. Tomando cuidado para não tomar em excesso, pois pode causar sonolência em demasia. O ideal são de 2 a 3 xícaras por dia.
Ferva uma xícara de chá de água mineral, adicione 1 colher (chá) de flores frescas, tampe e aguarde 10 minutos.
Benefícios do chá:
Ajuda a combater a insônia e relaxa os músculos. Tome uma xícara antes de dormir
Acalma os nervos
Alivia dores de cabeça
É digestivo, usado contra constipação e flatulência
Ajuda a aliviar a febre


Gosto de deixar raminhos de flores espalhados pela casa. Enfeitam e perfumam!

Cultivo e cuidados
A lavanda é uma planta que exige poucos cuidados e pode ser plantada o ano inteiro. Apesar da aparência delicada, ela é bastante resistente.

Prefere o frio, mas graças a estudos e aperfeiçoamento genético, hoje, algumas são adaptáveis ao clima tropical

Pode ser plantada no solo ou em vasos, aliás, ficam lindos na decoração dos ambientes

Prefira vasos de barro, cimento ou cerâmica e, se for plantar no solo, procure não deixar pedras muito perto, porque elas podem queimar as folhas

A lavanda precisa de bastante sol. No mínimo, 3 a 4 horas por dia

O melhor período para a poda é o outono. Corte a partir de 3 dedos acima da bifurcação de cada galho. Isso ajuda a fortalecer a planta. As flores devem ser podadas assim que estiverem secas. Aproveite para fazer saquinhos e aromatizar os armários

A lavanda gosta de terra úmida, mas não encharcada. A terra deve ser aerada e ter boa drenagem. A propósito, a terra fica aerada quando a passamos pela peneira e a revolvemos, isso oxigena e dissolve os torrões, facilitando a captação de nutrientes pela planta

Para plantar em vasos, coloque argila expandida no fundo, uma camada de areia grossa e complete com terra peneirada

A lavanda se desenvolve rápido. Faça um transplante para um vaso maior quando for necessário

De três em três meses, faça adubação com adubo que contenha micronutrientes


Fontes de pesquisa: Plantas que curam, Minhas plantas, ABIAP, Estadão

Obrigada pela visita!
Beijos, Inês

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pelo seu comentário!
Thank you very much for your comment!
Muchas gracias por su comentario!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...